Atividade Paranormal (2007) – A maior surpresa é ver que não é tudo o que falam

Imagem

Ok, com este título para o artigo você já pode achar que eu considero esse filme ruim. Na verdade não. Quando eu afirmei que a “maior surpresa é ver que não é tudo o que falam” me refiro à inocência que tive em realmente ter acreditado que o filme tinha algo de novo, levado pelo que as pessoas que o viram me falaram, pois eu sinceramente achei que o público seria incapaz de se surpreender com algo convencional após tantos anos de exposição com os mais variados tipos de filme… me enganei. Enfim, Atividade Paranormal é um filme mediano que foi tratado como algo genial.

Sinceramente fico pensando: “Por que não explorar melhor produções de baixo orçamento e disponibilizar-las através de algum espaço no circuito?”. Já foi provado que Hollywood na verdade gosta de tais obras de orçamento baixíssimo, e até mesmo de suas idéias experimentais. O engraçado é que apenas uma  ou outra obra destas aparecem do nada (e majoritariamente por cometerem os mesmos erros dos blockbusters), fazem um estrondoso sucesso e outros diretores que amarguram o anonimato com obras melhores não conseguem destaque. Obviamente, Oren Peli contou com a sorte, devido ao seu filme ter chamado a atenção de executivos da Paramount em sua exibição em um festival. Mas isso não tira o fato de outras obras até mesmo mais consistentes terem sua divulgação um tanto dificultada.

Vamos ao filme. Como todos já sabem, ele segue aquele estilo “found footage”, tipo A Bruxa de Blair e [REC].  Ele inicia com a gravação de uma câmera comprada por Micah (Micah Sloat), andando pela casa e filmando tudo que pode, junto de sua namorada Katie (Katie Featherston). Pois bem, o motivo da filmagem integral é a tentativa de flagrar supostas atividades paranormais que estão ocorrendo na casa. Durante a noite, Micah coloca a câmera no quarto para analisar no dia seguinte qualquer coisa estranhanas imagens. A cada noitetais eventos ficam mais evidentes, como sons de passos e portas fechando sozinhas. Apesar de buscar ajuda até mesmo espiritual, os eventos continuam e Micah descobre que Katie é perseguida por um demônio desde a infância. A partir daí, a rotina na casa fica cada vez mais pesada.

A simplicidade do filme é bem usada e os dois atores conseguem segurar bem a trama. As revelações ocorrem num ritmo bastante arrastado e a ambientação dos eventos é bastante realista. Como ponto fraco eu cito a insistência do personagem de Micah em soltar piadinhas em momentos tensos. Tanta coisa para copiar dos filmes blockbuster, o diretor Oren foi copiar justamente este irritante estilo de personagem que só abre a boca para proferir piadinhas ridículas. Algumas cenas são muito bem produzidas e destaco como a mais marcante a cena em que Katie é arrastada para fora da cama.

O filme possui três finais. Como eu vi no DVD nacional, que contém o final utilizado no cinema e o final original, devo confessar que o final original é infinitamente superior à versão do cinema. O final utilizado no cinema é um tanto desnecessário e rídiculo (desnecessário para uma boa trama, mas muito conveniente para os produtores deixarem o gancho para a seqüência já anunciada para este ano) e destoa completamente do filme inteiro, gerando um resultado que, ironicamente, é o único momento que deve ter custado alguma grana e é justamente o mais artifical! O final original é muito melhor, mas inconveniente para os papa-cifras já que não deixa gancho algum.

Enfim, Atividade Paranormal não é um filme ruim. Eu diria que ele ganha de lavada de A Bruxa de Blair, porém perde de lavada para [REC]. Vale mais como exemplo de que se pode alcançar bons resultados com pouco dinheiro do que ser de fato algum novo clássico do terror. Alugue, divirta-se (talvez até se assuste), mas não espere algum divisor de águas.

Nota: 5,5

Estados Unidos, 2007 / Elenco: Micah Sloat, Katie Featherston, Marc Fredichs, Amber Armstrong. Produção: Jason Blum e Oren Peli. Roteiro, Edição e Direção: Oren Peli.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s